RSS

Juventude e Políticas Públicas: Descaso e Inércia

31 jan

Resumidamente podemos caracterizar Políticas Públicas como tudo aquilo que atende as necessidades da população: Moradia, Saúde, Esporte, Cultura, Educação, Lazer, etc.. Direitos básicos garantidos pela Constituição Federal, que deveriam ser eixos norteadores em qualquer administração pública, mas que acabam muitas vezes se resumindo a meros instrumentos para ganho de votos em períodos eleitorais.

Frejat, em um dos grandes sucessos do Barão Vermelho, cantou: “Quantos dias ainda vou ter que esperar… enquanto ela (s) não chegar (em)…”. Este trecho, apesar de não ter sido escrito com esse intuito, resume bem a atual situação da juventude frente às “tão faladas” políticas públicas.

É notória (e triste) a falta de investimentos em políticas voltadas para a juventude, em nosso país. Independente de partido ou crença política temos que admitir que a criação de instrumentos para garantia dos direitos da população juvenil, nunca foram tão expressivos, como costumam ser difundido em toda campanha eleitoral.

Esta falta, somada a outros fatores, têm contribuído cada vez mais para o aumento de problemas que assolam a nossa juventude: drogas, Álcool, Doenças transmissíveis, Falta de inserção no mercado… Problemas que a sociedade, devido o conceito ultrapassado, muitas vezes atribuem “a falta de interesse” e “a irresponsabilidade” dos jovens.

Pulando para o outro lado. E nós, jovens? O que estamos fazendo diante desta situação? Simplesmente, nada. Entregues a grande máquina do Capitalismo, começamos hipocritamente a acreditar que há coisas mais importantes para se preocupar, como “o próximo capítulo de Malhação”, “a nova música do Fiuk”, “o tênis da moda”, e toda futilidade da sociedade contemporânea.

A falta de interesse pela implantação de políticas públicas, é recíproca. Enquanto os nossos administradores, “Senhores do Trono”, fingem que não vêem este descaso, nós, alienados pelo Sistema consumista e ditador, assistimos a isto tudo com uma indiferença deprimente. Resumimos a nossa responsabilidade à simples críticas, desprovidas de qualquer ação que venha mudar esta situação

A instauração de políticas públicas, unicamente a cargo e boa vontade do poder público (apesar de ser do mesmo esta responsabilidade), é uma ação quase inviável no cenário que vivemos hoje.

Portanto, a falta de participação da juventude e de toda sociedade deixa uma lacuna muito grande neste processo.

Enquanto nós brincamos de “autenticidade”, os “Senhores do Tronos” brincam de governar. Esta brincadeira, vai custando toda uma geração.

Anúncios
 
6 Comentários

Publicado por em janeiro 31, 2012 em Uncategorized

 

6 Respostas para “Juventude e Políticas Públicas: Descaso e Inércia

  1. Neltinha Oliveira

    janeiro 31, 2012 at 13:19

    Concordo em gênero grau e número…
    Os movimentos de políticas públicas que lutam pela igualdade social por uma política em benefício do povo precisam ser fortalecidos…é preciso abrir os olhos para o jogo político que se instalou no Brasil que não beneficia os pobres, a juventude e a infância…
    A participação popular dá força a esses movimentos…um dia eles vão incomodar….(eu espero)…

     
  2. conexaoperiferica

    janeiro 31, 2012 at 13:40

    Bela análise, Will!
    (Bruno Vieira)

     
  3. Washington Brasil

    fevereiro 9, 2012 at 03:52

    Jovem é visto como encabrestado ou alienado.
    Acho que se a juventude daqui de Pedra Azul se juntasse p/cobrar dos poderes públicos,surtiria efeitos. Agora tem vereador FDP que usa sua idade p/querer se auto-intitular a solução da juventude , e em vez de lutar em prol,luta por picuinhagem e defende seu lado!!!Mais jovens participando na politica…melhor porque desmascara estes FDPs!!!Agora aparece algum defensor de um desses FDPs p/querer me desmoralizar!!!E que se for p/aparecer,APAREÇA PORQUE QUERO DESMASCARAR,pois falo a verdade e queremos politicas VERDADEIRAS e nada de FACHADA!!!!!!

     
  4. Washington Brasil

    fevereiro 9, 2012 at 03:55

    E mais…deputado e senador tem conversa bonita p/fazer discurso e prometer mil maravilhas!Enquanto eles falam suas lorotas em plenário,muitos jovens partem p/as drogas e a violência. À que ponto iremos agüentar isto????

     
  5. Paulo Ferraz

    março 10, 2012 at 12:47

    Primeiramente quero parabenizar Will pela iniciativa de utilizar a internet como meio informativo e discussão das divergencias de opinião.
    Quanto ao esquecimento das políticas públicas para atender de fato aos que precisam é necessário se iniciar pelo conceito de corrupção que se tem no brasil, as vezes nos colocamos como certinhos quando na verdade também somos falhos, mas podemos mudar isso também.
    – quando somos nós os “privilegiados” esta tudo bem, o(s) programa(s) está(ão) atendendo a quem deveria;
    – quando aceito algo do poder público que não preciso,
    – quando procuro ser atendido pelo SUS e peço a um(a) amigo(a) que agilize uma ficha para ser atendido primeiro,
    – quando solicito alguem na fila do banco para pagar as minhas contas na frente dos que chegaram primeiro,
    e tantas outras formas de erros que cometemos e julgamos serem normais.
    Eu já percebi que tenho vários e estou tentando corrigi-los, mas isso não quer dizer que não posso também cobrar dos outros, posso e devo, independente de que grupo político pertença, é uma questão de bem estar social.
    – Já pararam para verificar nos programas sociais quantos parentes ou amigos dos políticos estão inseridos, ao passo que tem muitas outras pessoas que precisam mais?

    Esses tipos de favores eleitoreiros é que tem degradado o nosso sistema político, não é só culpa dos políticos, mas de todos nós que aceitamos que isso ocorra. Os 0800 foram idealizados para que as pessoas denunciem e busquem auxiliar no que for preciso para que a igualdade exista.
    Em recente entrevista da Ministra do CNJ – Eliana Calmon a revista VEJA tem que ser divulgada, ela nos dá a força que precisamos para cobrar não só dos políticos, mas do judiciário que esta conforme ela mesma diz impregnado de corruptos. (veja entrevista na integra no site: http://www.divisalegre.com.br)
    Para nos unirmos em prol de um mundo melhor é preciso começarmos das pequenas coisas.

    Abraços a todos.

     

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

 
%d blogueiros gostam disto: